Petopia Petshop

UM MUNDO PERFEITO PARA SEU PET!


cachorro, gato, peixe, passaro, plantas, design, design gráfico, comunicação visual, programação visual

Às vésperas da inauguração de seu pet shop (Petopia), no próximo dia 8 de março, no bairro Tijuca, o empresário Eric Tavares comenta sobre como transformou o sonho de ter um pet shop em realidade e sua experiência com a CLA no desenvolvimento de estratégias por meio do design para ter sucesso no competitivo mercado pet. Confira a entrevista.



Você sempre teve uma relação próxima com os animais?


Sim, desde a infância. Me lembro que eu deveria ter em torno de seis anos, quando estava passeando pelo Centro da Cidade com minha mãe e vi um filhotinho de dálmata em um pet shop, no Largo de São Francisco. Foi amor à primeira lambida (risos). Chorei tanto para ter aquele cãozinho que consegui convencer minha mãe a comprá-lo para mim. Desde então, minha paixão por animais só foi crescendo.


petshop, petopía, cachorro, melhor amigo, design, criação, projeto de design, comunicação visual

Como surgiu a ideia de montar a Petopia?


Em 2016 decidi transformar o sonho de ter um pet shop em realidade. Procurei a CEFET Jr. Planejamento de Mercados para uma pesquisa de mercado. Porém, poucos meses depois houve o impeachment que acabou gerando um cenário de instabilidade social, política e econômica. Preferi esperar por um momento menos conturbado para retomar a ideia.

Bem, como durante a pandemia houve um aumento de compra e adoção de pets, percebi que havia chegado o momento certo para desengavetar o projeto. Resultado: no próximo dia 8 de março a Petopia será o novo "point" de tutores e seus filhos patudos.


A Petopia buscou no design uma ferramenta para otimizar a estratégia de marketing. Como você chegou à CLA Programação Visual?


Foi indicação da arquiteta Ana Maria Butrico, quem desenvolveu o projeto da Petopia. Foi curioso, porque quando recebi o orçamento da CLA, ele estava um pouco fora do meu orçamento. Mas aí Cynthia comprou a ideia e eu estou super feliz com o resultado. Acho que é uma parceria que vai dar bons frutos tanto para mim quanto para a CLA que é desenvolvedora do projeto de design.


cla, clapvisual, cla programação visual, naming, branding, criação, projeto de design, programação visual, sinalização

Como foi o processo de Naming?


Foi curioso . No processo de naming a CLA me apresentou vários nomes. Dentre eles, alguns que eu gostei de início, como Miauau, Oh, my dog, BichOz. Mas conversei com a Cynthia e com Raphael (designer) sobre a incidência de pet shops com nome bicho aqui no Rio. Já tinha visto o Oh, my dog, por exemplo. Foi então que comecei a prestar atenção nos outros nomes que, em um primeiro momento, não me atraíram muito.

O Petopia saltou para a primeira posição quando me lembrei de um vídeo de Eduardo Galeano, no qual ele fala sobre o significado da palavra utopia. Algo que a gente vê no horizonte e queremos chegar cada vez mais perto, mas quanto mais nos aproximamos, mais distante fica. Porém, é um ideal que nos mantém caminhando. Achei isso fantástico. Quando liguei pet à palavra utopia vi que tinha tudo a ver. A gente quer um mundo perfeito para os animais. Aliás, um mundo perfeito para todos. Por que não aplicar isso no mundo pet? Um mundo melhor para nossos bichinhos. Simpatizei com o nome e comecei a fazer pesquisas na Internet até decidir que seria esse nome. Acho que fiz a escolha certa.



naming, processo de naming, processo criativo, brainstorm, logotipo, marca, petopia, petshop


Em meio a crise, o mercado de pet vem ganhando destaque. Como você vê esse crescimento?


Vejo com muito otimismo. Um mercado que segundo as pesquisas está em pleno crescimento e nos próximos quatro anos a tendência é crescer ainda mais. Outra coisa que chama a atenção é a migração de profissionais de outras áreas para esse mercado que cresce cada vez mais e traz novas oportunidades.


Letreiro do petshop, letreiro, placa, petopia, petshop, logotipo, marca, logo, branding, tagline

Como a Petopia pretende se diferenciar em um mercado cada vez mais competitivo como o de pet?


Meu foco vai ser uma relação mais humanizada. Eu já estive do lado de lá do balcão. Tratei meu cachorro e três gatos durante anos em um pet shop. Uma coisa que eu percebia e sentia falta era um contato mais próximo por parte do petshop comigo. Mesmo sendo cliente assíduo, eles não sabiam meu nome, o nome do meu cachorro, nem o dia de nosso aniversário. Nunca recebi um e-mail, uma mensagem ou brinde. Era uma relação muito comercial, semelhante ao tratamento dado a clientes de supermercado.

Na Petopia quero interagir com meus clientes através das mídias sociais e enviar mensagens. Ter um canal aberto e constante com eles. Focar na qualidade do bom atendimento e dos produtos oferecidos. Farei de tudo para criar uma relação de confiança desde o momento em que eles entrarem na loja. Esse será o meu diferencial.


Letreiro do petshop, letreiro, placa, petopia, petshop, letra caixa, blockletter

Na sua opinião, quais produtos devem fazer maior sucesso na Petopia?


Quero que o atendimento seja a minha ferramenta de sucesso. Poder responder de forma ágil e com interesse para criar um relacionamento de confiança. Por isso, cuido de cada detalhe para que a atmosfera da Petopia seja acolhedora, agradável para que as pessoas sintam que o seu pet será acolhido e muito bem tratado. Saber qual produto será sucesso nesse mercado que exige novidades constantes para atender a demanda é difícil. Minha aposta é numa parceria que pretendo estabelecer com uma amiga, quem está criando roupas de pet com tecidos de grifes famosas. Talvez, isso possa ser encarado como um diferencial.



Letreiro do petshop, letreiro, placa, petopia, petshop, letra caixa, blockletter








Siga-nos
  • Pinterest - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
Recentes
Outros posts